Como trabalhar a inclusão com mais qualidade?

Antes de iniciar um processo de contratação de pessoas com deficiência, recomendamos que se faça um diagnóstico interno para checar o quanto sua organização está pronta para receber esses novos colaboradores.

Esse diagnóstico deve fornecer informações importantes sobre os grupos que precisam ser sensibilizados e sobre as adaptações necessárias no ambiente, em termos de acessibilidade, e nas políticas organizacionais.

Separamos abaixo algumas perguntas que poderão nortear esse processo:

  • Minhas equipes estão preparadas para conviver e trabalhar com uma pessoa com deficiência?
  • Como os colaboradores se deslocam dentro da empresa?
  • Quais tipos de deficiência se adequariam melhor às atividades que desenvolvemos na área e para a função específica?
  • As atividades serão desenvolvidas apenas dentro da empresa ou preciso considerar questões como deslocamento e acessibilidade também em ambientes de fornecedores e/ou clientes?
  • Os colaboradores conhecem os diferentes tipos de deficiência e suas condicionantes?
  • A organização possui uma estrutura física adaptada e tecnologias assistivas adequadas para o desenvolvimento das atividades das PCDs?

Além disso, pensando especificamente no processo de Atração, Seleção e Retenção de talentos com deficiência, algumas perguntas adicionais são importantíssimas:

  • As atribuições da vaga e o perfil desejado estão bem definidos?
  • Conheço os tipos de deficiência que se enquadram no perfil da vaga?
  • Preciso de uma consultoria externa especializada para ajudar a encontrar bons candidatos que estejam adequados às condições da vaga e da empresa?
  • Como e onde devo divulgar a vaga e buscar currículos de PCDs?
  • Existe um plano de retenção para esses colaboradores?

Recomendamos procurar parceiros externos que possam dar suporte ao processo e criar uma estratégia de trabalho a partir das respostas das perguntas acima. A PCD+ faz justamente isso, tendo iniciado suas atividades a partir da percepção da necessidade de uma ponte que ligue os interesses em comum entre candidatos(as) com deficiência e empresas que precisam não somente cobrir cotas determinadas pela legislação, mas também de profissionais qualificados que estejam de acordo com a cultura e objetivos da organização, além de auxiliar as organizações nas etapas de um processo de diversidade e inclusão.

Vale lembrar que esse é um processo que muitas empresas não conhecem a fundo, por isso nem sempre é preciso ter respostas para todas as perguntas para iniciar a inclusão com qualidade. Algumas organizações estão mais à frente nesse processo, pois estão trabalhando há mais tempo com o tema e já romperam com seus primeiros desafios, outras começaram recentemente e ainda estão descobrindo as principais dificuldades e oportunidades. Porém, o mais importante é continuarmos todos avançando na perspectiva de um mundo corporativo mais inclusivo e diversificado.

Para saber como podemos ajudar sua organização, conheça os serviços que a PCD+ oferece clicando aqui e converse conosco nas nossas diversas formas de contato.

Valorize a diversidade e inclusão na sua empresa 😉

Equipe PCD=

 

2 thoughts on “Como trabalhar a inclusão com mais qualidade?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ao navegar neste site, você autoriza o uso de cookies.