Com a atualização das leis trabalhistas, é necessário que as empresas tenham convicção de que os seus colaboradores com deficiência cumprem os requisitos, clínicos e documentais, para que sejam considerados nesta situação em conformidade com as definições legais.

Além disto, não basta apenas o profissional com deficiência estar devidamente qualificado para que seja considerado como dentro da cota prevista na legislação: alguns aspectos formais são necessários para que tudo esteja conforme sua organização espera.

Não fique em dúvida: conheça como podemos ajudar sua organização na validação dos laudos e no registro de profissionais com deficiência